Tempo é ouro

Rejane Santos e sobrinho

Recentemente reencontrei meu sobrinho. Aquele que um dia peguei no colo, estava maior que eu. Esse acontecimento me fez pensar sobre quantos momentos marcantes perdi da vida dele. Claro que não é proposital a quantidade de tempo que passamos distante, mas isso me fez refletir sobre as pessoas que não se encontram há meses (apesar de morarem na mesma cidade).

Há um ditado popular que diz "tempo é dinheiro", mas o tempo é algo tão precioso que prefiro dizer que ele é ouro. Apesar que com frequência escuto as pessoas reclamarem que não têm tempo. Com o que você está gastando seu "ouro"? Anda investindo em algo que lhe trará benefícios ou jogando fora? Sua mãe nunca te falou para não jogar "ouro" fora?

A forma como usamos nosso tempo se relaciona com as nossas prioridades: Você mesmo, Família, Trabalho, Cursos e Amigos. A ordem dos elementos citados pode sofrer alterações de acordo com o indivíduo e dificilmente encontra-se pessoas que doem seu tempo por igual a cada um desses elementos.

Você é importante, mas ninguém é uma ilha. Precisamos investir nosso tempo na vida social, além da pessoal e profissional. O que custa ligar para um amigo ao invés de gastar 20 minutos no YouTube? Por que não visitar familiares e amigos, ao invés de passear no shopping sem o propósito de comprar algo? Há quanto tempo você troca a opção de sair com os amigos para ficar na Netflix? Que tal convidá-los para assistir um filme e comer pipoca?

O fato é que, depois da Internet, a maioria das pessoas só interagem a partir de curtidas, comentários e compartilhamentos. Gastando todo o tempo rolando dados intermináveis tela a baixo.

Tempo é ouro e devemos ser sábios na hora de gastá-lo, se não o tempo passa e lnos restará apenas a sensação de tempo perdido.

Comentários